quarta-feira, agosto 20, 2008

Summer Songs (10)

Kinks - "Sunny Afternoon"
“Crónicas” chamava, e bem, o “Em Órbita” às composições de Ray Davies interpretadas pelos Kinks. Pelo menos àquelas que sucederam às canções iniciais mais perto do "rock" puro e duro e de riffs memoráveis, tais como “You Really Got Me”, “All Day And All Of The Night” e “Till The End Of The Day”. Pois este “Sunny Afternoon” pode mesmo ser incluído nessas crónicas ao estilo “Ray Davies” (que, “mal acomparado”, terão influenciado a portuguesa Filarmónica Fraude – lembram-se?), quase como cantigas de escárnio e maldizer do movimento MOD e da "swinging London" dos sixties. Datado de Junho de1966, foi precedido, nesse mesmo ano, por “Dedicated Follower Of Fashions” e “A Well Respected Man”, mas foi a única “crónica” a alcançar o #1 no UK e o 3º single dos Kinks a consegui-lo. Pois aqui está de pleno direito, já que se me perguntarem qual das fases do grupo prefiro terei dificuldade em não responder “as duas”.

2 comentários:

VdeAlmeida disse...

Os Kinks sempre foram um dos meus grupos mais queridos. Como que cresceram comigo.
Nunca mais me esqueci que, como cá só se editavam EP's, o You Really Got Me saiu num, em que o outro lado do disco era o Have I the Right, dos Honeycombs. Nunca percebi muito bem aquilo, mas enfim, eram bizarrias das edições à portuguesa.
Essa fase, dava uma imagem de homem calmo ao Ray Davies, o que não correspondia nada à realidade. O grupo sempre teve uma vida muito atribulada, que chegou ao ponto de haver agressões em palco, entre membros do grupo, nomeadamente entre do Dave Davies ao Mick Avory, e ainda hoje as relações entre os 2 irmãos são péssimas. A vida deles está cheia de episódios estranhos, referindo-se até que, só por um acaso, não passaram a noite na casa de um conhecido serial-killer americano, acaso que os terá salvado de uma morte macabra.
Apesar de tudo isso, tiveram uma carreira fabulosa.

Abraço

(o desafio sobre os queijos e a cerveja será correspondido, claro)

JC disse...

Obrigado pelas achegas s/ os Kinks. Cá fico à espera dos queijos e cervejas...
Abraço