segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Frivolidades ou "coisas de gajo" - "dress codes" (8). "Blazer"

Vá lá saber-se porquê, em Portugal o "blazer" fez durante muito tempo figura de traje formal, "chique", ou bem perto disso. Nos últimos tempos, com os portugueses mais viajados e país mais cosmopolita, as coisas têm vindo a mudar, mas ainda é relativamente comum ver um membro do governo em funções vestindo um "blazer" ou alguém que se pretende educado envergando um num enterro, fazendo luzir os botões dourados numa ocasição que, para além de formal (que raio, só se morre uma vez!), se pretende de sobriedade e recolhimento. Um disparate.

É que pelas suas origens náuticas (o tradicional, de "jaquetão"), que acabaram por evoluir para casaco de "clube" com a adopção do modelo "paletó", com ou sem o respectivo emblema bordado no bolso da frente, o "blazer" é um casaco dos tempos livres, um pouco a meio-caminho entre o casaco de "tweed" e o fato mais formal. E é exactamente esse meio-caminho que o torna atractivo, permitindo o seu uso em ocasiões muito diversas, de menor ou (relativamente) maior formalidade, consoante o que com ele se veste: um pouco mais formal com calças de flanela, gravata, camisa lisa com colarinho "cutaway" e sapatos pretos; ou menos informal com uma camisa "oxford" ou "tattersall", colarinho "button-down" sem gravata, "jeans", sapatos de camurça ou botas e até, no Verão, quando se usa um "blazer" de tecido mais ligeiro, "docksides" ou "loafers" sem meias. Digamos que vale quase tudo, desde que não se pretenda transformá-lo em traje formal ou "oficial" para o escritório.

Algumas notas, contudo:
  1. Como casaco de clube, as gravatas mais adequadas são as "regimentais" e de "clube".
  2. Com "blazer" de "jaquetão" e gravata é aconselhável camisa com punhos duplos, devendo evitar-se o uso de botões de punho demasiado formais (de ouro, por exemplo). Os chamados "silk knots" são a opção mais correcta.
  3. Quem não quiser manter os botões de origem (caso o tenha comprado no "pronto a vestir") ou queira escolher os botões, tem duas opções: comprar um conjunto da London Badge & Button ou da Holland & Sherry (com grande variedade de escolha, mas que são caros embora durem toda uma vida) ou ir à Rua das Portas de Santo Antão (e arredores) ou Feira da Ladra comprar avulso das antigas fardas do exército (há com vários "motivos"). Devo dizer que, pelo preço e disponibilidade permanente, estas últimas são opções a ter em conta, e no caso da Feira da Ladra os botões até já vêm com "patine".
  4. Sapatos pretos ("loafers", "monkstraps" ou "brogues") são só admissiveis com calças de flanela, embora castanhos - de pele ou camurça - e "bordeaux" fiquem por vezes melhor. Mas são menos formais. Com "jeans" (neste caso sempre sem gravata), "chinos" ou calças de bombazina, castanhos ou "bordeaux" são indispensáveis.
  5. "Navy Blue" (traduz-se por azul "da marinha" ou simplesmente "azul-escuro", e não por "azul-marinho", á a cor normal. Existem de outras cores (o vencedor do "masters" de Augusta, em "golf", enverga por direito um verde) ou até os chamados "boating blazers". Os de cores fantasiosas é melhor reservá-los para "farda" ou traje oficial de alguns clubes, como o Agusta National Golf Club; quanto aos "boating blazers", enfim, quem se sentir com coragem ou quiser ir para as margens do Tamisa assistir à Henley Royal Regatta trajado a rigor...

6 comentários:

VdeAlmeida disse...

Gosto de usar blazer com calças claras - beje ou mesmo branca - e tassel loafers. Com camisa e gravata, ou polo (RL, Lacoste ou Façonnable).
No inverno, com flanela cinzenta, mas sempre com sapatos chestnut ou de camurça (brogues ou loafers, mas uso principalmente com uns semi-brogues da C&J que tenho e de que gosto muito)
Não gosto muito de ver sapatos de vela com casacos, sejam blazers ou outros. Aliás, tenho muitas reservas em relação ao sapato de vela.
Mas gosto dos boating blazers, embora não tenha nenhum

Abraço

JC disse...

Sapatos de vela (depende da cor, claro, e sem meias) ficam mtº bem com casaco "mil raias" e calças brancas. Ou bermudas. E quanto aos "boating blazers", a única maneira de os usar na vida "real" será c/ "jeans" e apenas se o "blazer" for discreto. Já estive tentado a comprar, mas ainda não ousei.

Teresa disse...

Ahahah!
Isto fez-me lembrar, há uns anos, quando o enteado de um amigo, acabadinho de formar, foi seleccionado para ir trabalhar para um grande banco francês e houve que comprar-lhe roupa a toda a pressa.
E dizia o meu amigo, a rir: «Ele só tem um blazer e, que diabo, aquilo não é um yacht

JC disse...

Já me ri com a história, Teresa

Teresa disse...

O meu amigo forneceu-me histórias divertidas para o resto da vida.
Só muito poucas estão na Gota, mas são divertidas:
http://gotaderantanplan.blogspot.com/search/label/Rui

Karocha disse...

Vde Almeida

Sapatos de vela, só usa quem realmente faz vela e são uns chatos,com os ditos sapatos.
Tem que ser da marca X da cor Y etc!!!