sexta-feira, maio 01, 2009

O "5 Dias" e o "sindicalismo livre" da CGTP

Para o blogue 5 dias e um tal Carlos Vidal, a CGTP representa o sindicalismo livre e ninguém mandou Vital Moreira ir ao comício da CGTP sem ter sido convidado.

Quanto ao sindicalismo livre da CGTP, congratulemo-nos por o PCP nunca ter sido governo: ficaríamos de imediato elucidados sobre o conteúdo esse mesmo sindicalismo livre; tão “livre” como nas “librérrimas” Cuba, Coreia do Norte e... não vale a pena continuar. Quanto à frequência de locais públicos, durante manifestações e comícios, sem nos munirmos do respectivo convite passado pela entidade organizadora, muita atenção: se o fizermos, ficamos todos autorizados a levar (desculpem o termo) uma “carga de porrada”. Brilhante!!!

Já agora, sendo o crime de ofensas corporais um “crime público” e existindo testemunhas e documentos filmados, que vão fazer as forças policiais e o Ministério Público?

Outra questão: perante as declarações posteriores de Carvalho da Silva, o que pensam sobre o assunto aqueles que, à esquerda, gostam de lhe atribuir intenções "liberais"?

7 comentários:

Camilo disse...

Boa pergunta!!!

JC disse...

Olha, desta vez está de acordo!!!

Edgar disse...

PCP, os trauliteiros da paz...

http://circo-portugal.blogspot.com/

VdeAlmeida disse...

Meu caro JC

Só peca por uma imprecisão: o PS tinha sido convidado (como me parece que é todos os anos) para as festividades (?) da CGTP, conforme salientou Vitor Ramalho. (E é claro quue o PS é livre de mandar em sua representação que lhe aprouver).
O que piora as coisas. Com efeito, ser convidado para levar um enxovalho e uma "carga de porrada", não tem muita piada. E demonstra bem o espírito democrático destas organizações

Abraço

JC disse...

De acordo, VdeAlmeida. Se, de facto, foram convidados (o que eu desconhecia) isso só piora as coisas. E, nesse caso, ainda faz mais sentido a ida de V. Moreira e Ana Gomes, tratando-se dos dois primeiros nomes da candidatura ao Parlamento Europeu.

ié-ié disse...

Estive de férias, por isso não sei exacta e rigorosamente como as coisas se passaram, só pelo que li nos jornais, neste caso no "Público".

E a conclusão a que cheguei é muito simples: o PS jogou magistralmente e a CGTP/PCP foi de uma infantilidade que brada aos Céus...

LPA

JC disse...

O resultado, propositadamente ou não pouco interessa, foi exactamente esse, Ié-Ié!