sexta-feira, fevereiro 08, 2008

A SPA e Charles Aznavour

A Sociedade Portuguesa de Autores decidiu atribuir a sua Medalha de Honra ao cidadão francês de origem arménia Shahnour Vaghinagh Aznavourian, aka Charles Aznavour, o que acontece pela primeira vez na pessoa de um estrangeiro. Segundo a SPA, tal honraria fica a dever-se à "importância do contributo do cantor para o engrandecimento da música popular do século XX" (como disse?). Ontem, lá teve direito a Grande Entrevista na RTP, com a “Drª Judite”, que me escusei prudentemente a ouvir. Nada tenho contra o senhor, mas pergunto: porquê tantas honrarias para com aquele que foi, na sua já longa carreira, nada mais do que apenas um bom intérprete de música ligeira – entre tantos outros - e um actor esporádico e sem relevância de maior na história do cinema? É que se me quiser dar ao trabalho (não quero) rapidamente elaboro uma lista com pelo menos cinquenta nomes (talvez mesmo 100) da música ligeira e da música popular mais merecedores de tal distinção do que o simpático Aznavourian.

Enfim, quando não consegues perceber a razão, o melhor é tentares procurá-la. À bon entendeur...

4 comentários:

Nuno Castelo-Branco disse...

Queiram ou não, marcou uma época da música francesa, que hoje c'est un grand ZERO (pronunciar zerô s.v.p)

JC disse...

Marcou uma época? E Piaf, Brel (sim, eu sei que era belga mas pertenceu à canção francesa), Brassens, Ferré e até Montand e etc? Se houve um legado da canção francesa, esse foi o da chamada canção de texto, de que não sou particular adepto mas reconheço deixou marcas e influências. Até na música popular portuguesa.
Cumprimentos
JC

bernardo disse...

Aznavour é um letrista fabuloso e um intérprete fora de série. Não sei se é boa ou má esta atribuição de uma medalha da SPA a Aznavour -- prémios e comendas (e a hierarquia que estabelecem) não me merecem geralmente muito crédito...

JC disse...

Caro Bernardo:
é um bom letrista e um bom intérprete, mas não fabuloso ou excepcional; tradicionalmente, em Portugal há pouco rigor nas avaliações do que quer que seja. Mas quantos há como ele? Ou melhores? Ou que tiveram muito maior influência e importância na música ligeira e popular e nos movimentos sociais, musicais e culturais?
Obrigado pelo seu comentário
JC