sexta-feira, julho 29, 2011

Um "lampião" fala do seu rival SCP

Acho foi José Eduardo Bettencourt que disse, e com toda a razão, que o SCP investia demasiado para ser apenas terceiro e de menos para conseguir ser um dos dois primeiros. Não sei bem porquê, ou melhor, sei mas não digo porque não quero perder a amizade dos meus amigos "lagartos", ultimamente, e perante as contratações do SCP neste "defeso", tenho-me lembrado muito desta frase.

7 comentários:

VdeAlmeida disse...

Ah! mas eu gostaria mesmo de saber o que quer dizer com esta mensagem tão enigmática.
Concordo com a frase de JEB, se for aplicada aos anos do seu infeliz consulado e ao do seu predecessor. Não creio que tenha qualquer conexão com a realidade actual do SCP.
Até porque me parece, que desta vez as escolhas foram criteriosas (quer no que diz respeito a aquisições, como também na parte das dispensas).
Destas últimas não vale a pena falar, mas em relação a aquisições, a mescla entre jogadores experientes e promessas para o futuro, parece-me equilibrada (assim se tenha o azae das lesões baterem à porta) e admito perfeitamente que o meu Sporting tem equipa para discutir o título, embora um outro central experiente, alto e tecnicamente evoluido fosse bem vindo face ao historial de sucessivas lesões do americana e de Rodriguez, e o notório declínio de Polga (que por acaso até jogou razoavelmente frente à Juventus).
E não tenha receio; decerto não será por dar a sua opinião livre que os seus amigos lagartos se aborreceráo consigo. Eu cá, estou muito curioso em relação a essa omissão deliberada.

Abraço

P.S. - Já agora, mais que a política de investimentos, é importante a mobilização dos adeptos que se está a fazer (e na qual, a tal política de investimento tem a sua importância) e o entusiasmo que se verifica à volta da equipa, que já não é recebida no aeroporto pelos apupos de meia dúzia de arruaceiros. E importante também, é manter essa união equipa/adeptos, mesmo depois de um ou outro resultado menos bom.

JC disse...

Bom, pois eu pergunto-me se o SCP não estará a correr o risco de estar a investir demais para, face aos investimentos de SLB e FCP, continuar a ficar em... 3º lugar. Por mim, preferiria ficassem em 2º e o FCP em 3º. Wishful thinking, evidentemente.
Abraço

VdeAlmeida disse...

Bem, a sua resposta tem implícita a conclusão que quer o FCP quer o SLB, investiram mais e melhor que o Sporting. Mas também que jogar para o 3º lugar é pouco. E é! Mas a verdade é que ficar em 3º lugar este ano é precisamente o mesmo que ter ficado em 2º no ano passado (não esquecer que este ano o 3º tem acesso à eliminatória da Champions), que foi o lugar alcançado pelo SLB, apesar de ter feito um investimento descomunal (e que até incluía o tal guarda-redes de 8,5M €, que, dizia JJ, valeria muitos pontos ao Benfica, e que este ano anda sabe-se lá por onde).
Mas é verdade, o 3º lugar é pouco, e, sinceramente, não acredito que vá ser esse o lugar do SCP.
Quanto aos investimentos, o Porto nem precisaria de os fazer: bastava-lhe manter a equipa intacta, que é o que parece que vai acabar por acontecer.
Já em relação aos nossos clubes, não vejo grandes diferenças a não ser...´no dinheiro gasto.
Depois, o Sporting parte com uma grande vantagem: acalmia no balneário. Ao contrário, no Benfica continuam as novelas:1º foi a birra de Coentrão (que no ano passado era quase meia-equipa do SLB, e que, palpita-me, daqui a umas semanas vai ser chorado, como o foi na época passada o Di Maria), que acabou por render muito menos ao SLB do que o que os seus dirigentes queriam (boa parte dos 24M € recebidos vão para o fundo de jogadores e para os agentes), e agora a novela Luisão, não se sabendo qual se seguirá. Isto é, o SLB continua a ser um clube com paredes de vidro e ...dirigentes pouco eficazes. Aliás, quando vi LFVieira ao lado do inefável Rui Gomes da Silva durante o jogo com o Trabzonspor esfreguei as mãos e disse para comigo:"Se este é o novo guru de LFV, estamos nós bem".
Depois, há o factor treinador: o do Sporting tem recolhido apoio de todos os sectores do SCP. Já o JJ é cada vez mais um factor de divisão junto da massa associativa do SLB.
Face a tudo isto (e há mais, mas a resposta já vai longa), só me resta estar optimista (também é verdade, que não ajuda nada estar pessimista)

Abraço

gps disse...

1) o Benfica tem bons jogadores e um treinador sabedor, mas pode ser um castelo de cartas (o que teria acontecido se os turcos tivessem empatado ou ganho na Luz ??)

2) Fiquei com a ideia que o Wishful thinking do JC deseja que o Braga fique em 1º :)

(e o Benfica em 4º :) )

3) O sucesso do Sporting depende mais de Domingos do que das contratações. No Braga não havia tanta pressão e tinha mais organização (do que o SCP do passado recente). Mas julgo que o SCP está no bom caminho. (esperemos que muito longe da performande do Sr. JEB, que muitos disparates disse e fez)

4) São muitas contratações (13 até à data), mas muitos dos novos jogadores são apostas de mêdio prazo (Carrillo, Turan, Arias, Rubio).

5) O FCP será sempre o grande favorito. O treinador ainda pode ser uma incógnita, mas o clube parece ser, cada vez mais, uma máquina bem oleada

gps disse...

performance :)

esqueci-me de realçar que sou do SCP e que tambãm nao fico zangado por se lembrar do nosso clube (esperemos que se lembre cada vez mais :) )

Anónimo disse...

Caro JC

Deixemos os "lagartos" embalarem com o entusiasmo alegre e domingueiro.
Lá para o Natal tudo se esfuma e voltam ao habitual...que "mete dó"

Cumprimentos

JC disse...

Agradeço a colaboração de 2 habituais leitores lagartos com quem se pode debater c/ inteligência. Mas, caro VdeAlmeida, sabe bem que ficar este ano em 3º não é o mesmo que ficar em 2º o ano passado. Em termos +práticos será, mas se considerarmos a tal "brand equity"... Quanto ao meu "glorioso" tenho falado aqui o suficiente e se me vão seguindo sabem das minhas dúvidas. Ganhar por 2-0 aos otomanos foi de facto um alívio. E, claro, e infelizmente, o FCP é favorito. Quanto ao v/ clube, vi um pouco do jogo c/ o Ankaragucu e a 1ª parte do jogo c/ a Juve. E gostei. Bloco alto, meio-campo rápido sobre a bola e o jogador que a tem, recuperação e saída a jogar rápidas. Foi o que deu para ver. Mas uma coisa são os jogos da pré-época, outra, bem diferente, será quando começar a "doer" (e isto vale para todos). Se bem se lembram, a pré-época dos "tripeiros" no ano passado não foi brilhante e depois foi o que se viu.