sexta-feira, novembro 25, 2011

A rede

Não contesto que a tal rede de protecção das e às claques visitantes que o SLB, à semelhança das que existem em muitos estádios europeus, decidiu colocar no Estádio da Luz tenha, de facto, alguma eficácia local. Mas, em termos gerais, o que tenho a certeza é que, tal como acontece com aquelas marchas das claques enquadradas pelas polícias a caminho dos estádios e os anúncios tonitruantes sobre os "jogos de alto risco", apenas contribuirá para criar um clima de tensão e guerra latentes de que o espectáculo e a indústria em nada beneficiarão. Talvez fosse bem melhor olharem para os estádios ingleses e para a organização da Premiership e aproveitarem daí os bons exemplos, num país que já foi, em tempos, pátria do "hooliganismo".

10 comentários:

Anónimo disse...

Chegado há pouco da catedral, depois de ver o glorioso colocar os lagartos na ordem, não consigo entender tanta verborreia à volta da rede. O que vi foi uma protecção reforçada entre sectores (da catedral), o mais normal possivel...o que pelos vistos não chegou para impedir os vândalos de verde branco pegarem fogo ao local onde estiveram sentados.
Vi pela primeira vez esta época a equipa lagarta a jogar ao vivo. Não entendo como os lagartos andam tão emplogados com a equipa. Não jogam nada...vulgares de mais.

Cumprimentos

Anónimo disse...

a sério?
eles (os lagartos) teem opinião contrária)
aguardo o comentário do nosso amigo Gato Maltês.
jjgrade

VdeAlmeida disse...

Meu caro, depois do jogo de ontem, espero que tenha alterado a sua previsão de pré-época que considerava o SCP como underdog na corrida para o titulo,isto apesar da derrota - injusta - frente ao seu clube. Quem diz que a equipa do Sporting é vulgar "de mais"(sic), então que dizer dos adversários que foram subjugados durante uma grande parte do jogo.
Sobre os casos marginais, direi que quem fez aquele estádio e agora aquela gaiola, sabia o que fazia. Com efeito, as condições de acesso são ridíulas e intoleráveis e só se destinam a espicaçar os adversários. Depois, quem pagou para ver o jogo, devia ter um assento condigno e não meio. Como foi o caso e já denunciado pelo PPCristóvão.
Não sou - nunca fui - grande entusiasta das claques de qualquer clube, e é claro que não concordo nada com o fogo ateado às cadeiras. Mas se não tivermos a memória curta, qúal a gravidade daquilo comparado com o assassinato de um adepto do SCP no Estádio Nacional, ou com a agressão de que foi vítima um jogador de hóquei do fcPorto que o pôs em coma e perigo de vida?
Por último, mais uma vez aparece aquele indivíduo a quem alguém responsável do SCBenfica irresponsavelmente nomeou director de comunicação, mas que é mais umagente provocador,a fazer desafios imbecis ao Presidente do SCP. E não é que já teve a resposta? Se julgava que ia arranjar clivagens dentro do SCP...enganou-se.

Abraço

Karocha disse...

Assino por baixo JC.

JC disse...

Caros anónimos: a minha análise ao jogo virá ainda hoje, daqui a pouco.
Caro VdeAlmeida:
1. Mas até quando vamos ter de aturar a mtº lamentável morte de um adepto do SCP no Jamor (uma atitude individual de homícidio involuntário pelo qual o autor deveria ter sido julgado e condenado - não sei se já o foi), ocorrida há uns bons 15 anos,para justificar todos os vandalismos subsequentes? O Estádio do SLB é um estádio classificado como ***** pela UEFA e onde já se realizou uma final do Campeonato da Europa. Estive no estádio ontem e devo dizer que essa história das péssimas condições do sector reservado aos adeptos do SCP é grossa treta. O sector nem sequer estava cheio e a tal rede, com a qual estou em desacordo, como disse, em nada perturba as boas condições de conforto. Existe em outros estádios (mais uma vez: não concordo c/ a sua existência) e apesar do sector não ser mtº longe do meu lugar, se não soubesse da tal rede nem a conseguiria ver. Vamos lá, meu caro amigo, acabar c/ a demagogia que não é digna de gente civilizada. Uma vez mais e ainda a propósito do tal very-light e do tal caso do hóquei em patins (que desconheço): uma coisa são actos isolados de indíviduos tresloucados ou inconscientes e sem noção do perigo (parece-me ser este o caso do very-light), outra, bem diferente, actos colectivos como o de ontem, alguns (repetidos) das "Sturmabteilung" de Pinto da Costa e outros tb perpetrados pelas claques do meu clube.
2. Por amor de deus, era só o que me faltava era ver o meu caro amigo invocar o Pereira Cristovão...
3. Essa história de o SCP (que jogou bem) ter subjugado o SLB faz-me lembrar o tempo das vitórias morais, do "Portugal ataca, a Espanha marca" do tempo do meu pai, das equipas portuguesas que jogavam mtº bem mas... perdiam sempre, dos "reis do fio de jogo", etc, etc. Está esquecido que o SLB atirou duas bolas ao poste e trave, jogou 1/2 hora c/ 10 e Cardozo e Rodrigo, isolados, só não marcaram graças a 2 excelentes defesas de Patrício. E, já agora, além de nunca ter chamado "underdog" ao SCP, mtºs dos jogadores que fazem agora parte da equipa titular do SCP não o eram quando fiz a 1ª análise que refere. Certo? Agora tratem mas é de ganhar ao FCP.
Abraço

Karocha disse...

Caro Vde Almeida
O individuo que é director de comunicação do Benfica, foi assessor para a comunicação social do antigo PR. Jorge Sampaio.
Como vê, politica e futebol de braço dado!!!

VdeAlmeida disse...

Meu caro JC
Há coisas que não se esquecem e essa morte deveria servir de exemplo. Mas não serviu. Acto isolado? Claro. mas não se sabe se o de ontem não o foi também. Não estou a ver trinta ou quarenta incendiários a fazerem aquilo sem que a polícia sempre tão pronta a usar os bastões, intervir.
O caso do jogador de hóquei em patins foi muito badalado: um bando de no name (o símbolo deles até nos traz lembranças tristes, não lhe parece?) que fez uma espera aos jogadores de hóquei do fcp junto ao autocarro deles, chegando mesmo a entrar nele, tendo agredido quem lhes aparecia à frente. Um deles, o Filipe Santos, esteve em perigo de vida durante uns dias.
Mas mais recente - e aí nunca se poderá falar de acção individual - houve há anos aquela entrada triunfal à pedrada dos adeptos do Benfica no complexo de Alcochete, numa final de juniores, em que as pessoas que já lá se encontravam e eram muitas, entre as quais bastantes crianças, tiveram que fugir para o relvado. Essa, custou o título de campeão de juniores ao SLB.
Mas ouça, nem vale a pena falar muito disto, basta ver as imagens das chegadas dos visitantes, tanto ao Estádio da Luz como ao de Alvalade ou do Dragão, e o que quis dizer, foi que o que se passou não foi diferente do que acontece noutros estádios.

Quanto ao PPCristóvão, pertence aos orgãos sociais do SCP e por isso merece-me a mesma credibilidade que a restante equipe.
Quanto ao jogo em si: é verdade que o SLB teve duas bolas nos ferros. Já o SCP teve várias oportunidades de marcar e não o fez. É uma questão de eficiência e de alguma falta de sorte, não tem nada a ver com vitórias morais. Perdemos, lamentamos e...esperamos pela 2ª volta. E já agora, se é verdade que o Rui fez duas boas defesas, quantas fez o Artur, que este ano tem sido o verdadeiro abono de família do Benfica?
Quanto ao termo underdog, é verdade, não o usou. Escreveu o seguinte:
Estes parecem-me ser os principais problemas (falara anteriormente da necessidade de outros centrais, de um nº 10 e de um ponta de lança) para que, uma vez resolvidos, a equipa ganhe uma identidade e funcione melhor. Mas atenção: não lhe peçam que seja candidata ao titulo. Com este plantele as suas actuais possibilidades de investimento ....dificilmente o será. Um "outsider" interessante, talvez e a prazo, mas sustentadamente, não muito mais do que isso. Sorr ....
Lembra-se? Pois a seguir a este seu escrito, as únicas alterações que a equipa sofreu foi a venda do Postiga e do Djaló e a compra de Elias. E repare que para azar do SCP, um dos pontas que refere nesse seu texto, não tem sido opção devido às lesões que o teem afetado. Mas é verdade, "talvez outsider" não é a mesma coisa que "underdog".
Quanto FCP cá estaremos...confiantes. Como estávamos antes do jogo de ontem, e estamos hoje, depois dele.

Um abraço

VdeAlmeida disse...

Minha caríssima Karocha: o Dr. Jorge Sampaio merece-me todo o respeito (e até votei nele para Presidente), mas o facto de ter ppertencido à sua equipa não confere qualquer tipo de credibilidade ou vantagem moral a ninguém.
O Dias Loureiro e o Duarte Lima também foram dois dos delfins do Cavaco e veja na sua presente situação...
Mas no caso do Dr. Sampaio e o director de informação do SLB, não creio ter tido qualquer influência o "factor futebol" visto pertencerem a clubes rivais.

JC disse...

1. Pois, meu caro VdeAlmeida, "outsider" não é o mesmo que "underdog". E continuo a achar isso mesmo: o seu clube é um "outsider" numa luta pelo título fundamentalmente a dois.Por mtº que tenha melhorado - e melhorou. Além disso, existiam na altura jogadores no plantel que agora são titulares e na altura não jogavam.
2. Pois, Pereira Cristovão pertence aos Orgãos Sociais do SCP. Mas não me merece o mesmo respeito que outros dos seus membros. O mesmo acontece no meu clube, no governo, nos partidos: nem todos me merecem o mesmo respeito. É da vida...
3. Em relação a Alcochete. Nunca disse as claques do meu clube eram compostas por "anjinhos". Aliás, na minha resposta ao seu comentário digo isso mesmo. Apenas distingui actos de indíviduos isolados de actuações colectivas.
4. Artur fez apenas uma defesa a evitar um golo certo, a remate de Elias. As restantes foram defesas, digamos, normais. E tem razão, Artur é um grande GR. O ano passado jogámos c/ "handicap".
Abraço

Karocha disse...

Caro VdeAlmeida
Respeito o seu voto.
Não voto para PR. não serve para nada, continuado a falar de futebol,politica e o dito estão no SLB do qual sou adepta, como nos outros!!!